ACI representa os interesses da classe empresarial em relação a prorrogação do prazo de adequação ao ICMS-ST


ACI representa os interesses da classe empresarial em relação prorrogação do prazo de adequação ao ICMS-ST

O Presidente da ACI, Nilo Leal da Silva, participou ontem da reunião-almoço promovida pela Federasul, em Porto Alegre, onde encaminhou a posição dos empresários locais em relação a proposta do governo do estado quanto ao ICMS ST.

A ACI juntamente com outras entidades, conseguiu o recuo do Governo Estadual em relação a nova proposta de cálculo do ICMS-ST, amenizando os tributos para a classe produtiva empresarial e propondo medidas econômicas de contenção de gastos da máquina pública.

Este recuo possibilitou a prorrogação do prazo de adequação das empresas gaúchas as novas regras do ICMS-ST. Desta forma, as empresas com faturamento inferior a R$78 milhões por ano (cerca de 280 mil empresas), terão até dia 1º de janeiro de 2021 para se adequar. O governador Eduardo Leite, junto da presidente da Federasul, Simone Leite, afirmou que a aprovação do plano visa equilibrar as contas até o fim do próximo ano, quando a alíquota do ICMS retorna ao patamar original.

Publicação: 21/11/2019