100 Anos da ACI de Ijuí – O legado de uma grande conquista


Apenas cinco anos depois da emancipação de Ijuí,  ocorrida em 1912, nascia uma entidade que caminharia lado a lado com o município na busca pelo desenvolvimento.  A ACI, fundada em 21 de outubro de 1917, com a nomenclatura de Praça do Comércio, teve um papel preponderante como agente de fomento ao comércio e indústria da comunidade à qual estava inserida.

Já em seu primeiro estatuto, o comprometimento da entidade sempre foi o de ser um  amparo para a classe empresarial, porém consolidou-se como uma associação que atua de forma muito mais ampla do que apenas representativa. Sua atuação ao longo das décadas de história é marcada pela iniciativa em projetos, feiras, cursos, e proposições que perpassam a simples esfera empresarial de indústria e comércio, mas que tem a ambos os setores como beneficiários, juntos com o próprio município.

Nos fatos marcantes da ACI, aparecem desde a década de 1920, lutas e conquistas que foram essenciais para Ijuí. A busca por uma geração de energia elétrica, que hoje é um diferencial do próprio município, é um bom exemplo disso. Nas atas da Associação em diversas épocas, é possível encontrar esta preocupação e ações em conjunto com o Poder Público Municipal sobre esta questão.

Soma-se a isso a realização de Feiras, muito antes da chegada da EXPOIJUÍ/FENADI, hoje uma das maiores do Estado e que é marca da própria ACI desde a década de 1980. Também as parcerias com instituições consolidadas na área da saúde, do cooperativismo e educação, que são três pilares de sustentação do município. E ainda, pode-se acrescentar a esta história, a  busca incessante pelo oferecimento de qualidade do apoio direto para a classe empresarial, com cursos, palestras e assistência jurídica e administrativa.

A história da ACI perpassa por duas guerras mundiais, e é preciso cita-las pela formação étnica do município de Ijuí, que possui em sua origem imigrantes vindos justamente de países diretamente envolvidos no conflito. Isso poderia dividir forças, causar separações, mas, no entanto, não foi impeditivo para que a entidade fosse coesa e cada vez mais forte. Nas décadas que perpassam a história da ACI também constam inúmeras crises do país e do mundo, superadas todas com o trabalho de homens que elegiam o trabalho comunitário através da entidade como uma prioridade pessoal.

Ao longo das décadas de 1970 e 1980 podem ser encontrados outros exemplos desse trabalho forte de comunidade. Consolidada como entidade, na época já com mais de 60 anos de história, a ACI viveria neste período, um dos seus momentos mais ricos. Aproveitando o bom momento econômico do município com o chamado “boom da soja” e o fortalecimento do setor do agronegócio, a entidade não só construiu sua sede própria, como também, foi o agente proponente da EXPOIJUÍ/FENADI. Esse capítulo, sem dúvida, é um marco, para a ACI e para o município, enfatizando mais uma vez a ligação do poder público municipal com a entidade.As décadas seguintes foram de intensificação da esfera de atuação da ACI, não apenas na EXPOIJUÍ, como em muitas outras frentes, com cada presidente dando sequência ao trabalho realizado na gestão anterior, o que é promovido desde os primórdios da entidade.

No ano do centenário a ACI está promovendo uma programação especial, que passa desde uma identidade visual diferenciada em sua comunicação, até um Ciclo de Palestras com temáticas voltadas ao público empresarial, culminando com um evento comemorativo ao aniversário de 100 anos que será realizado no mês de novembro.

O presidente da entidade, o empresário Nilo Leal, ressalta a importância do momento vivido e das atividades alusivas ao centenário. “Eu tenho a honra de presidir essa entidade com uma trajetória tão rica e repleta de momentos marcantes para o próprio município de Ijuí. Em um momento como o que estamos vivendo, não poderíamos deixar de promover essa programação diferenciada e que resgata essa ligação histórica da ACI com a comunidade de Ijuí”, frisou ele. 

100 Anos da ACI de Ijuí – O legado de uma grande conquista


Publicação: 25/10/2017